Pensamento Crítico

Não é a toa que o Fórum Econômico Mundial elencou a habilidade do Pensamento Crítico como a 2ª mais importante para 2020. E engana se quem acredita que esta habilidade está ligada ao simples e contínuo ato de criticar. Veja bem, no Pensamento Crítico, a palavra pensar vem antes da palavra criticar.

O Pensamento Crítico pauta-se nossa capacidade de conhecer profundamente um tema, ser capaz de analisar as diferentes variáveis que englobam uma determinada questão e tecer uma análise aprofundada  sobre a mesma. E somente depois desta análise, identificar de maneira crítica as melhorias que podem ser implementadas.

Portanto, quando fazemos uso da nossa capacidade de apenas criticar um fato, estamos envoltos, na maior parte das vezes, em apenas tecer opiniões pouco aprofundadas. Aqui, de forma alguma afirmo que não é importante termos opiniões sobre nós mesmos ou sobre o mundo que nos cerca. 

Mas quando estamos nos referindo à habilidade de ter Pensamento Crítico, descobrimos que podemos sustentar a nossa opinião com embasamentos e observações mais elaboradas.

O Pensamento Crítico é enriquecido pela capacidade de sermos flexíveis e abertos a aprender continuamente. Já que a rigidez cognitiva e uma simples teimosia, vendam nossos olhos para entender diferentes aspectos de uma determinada questão, assim como nos impedem de aprender novas maneiras de compreendê-la. Além disso, vale ressaltar a importância de desenvolvermos um olhar liberto de interpretações pessoais, é preciso saber olhar “do lado de fora” para realmente entender o que acontece dentro de um determinado problema. 

Um exemplo que podemos dar, é quando alguém simplesmente crítica um determinado processo dentro de uma empresa, mas não propõe uma avaliação detalhada e nem soluções de melhoria. Neste caso, o ideal é que se estude o processo, reconhecendo todas as variáveis que o envolvem, identificando as possíveis falhas, assim como os ajustes que podem ser feitos para aprimorar o mesmo.

Em nossas vidas, podemos fazer este mesmo exercício. Invés de simplesmente autocriticar-se sobre um determinado hábito ou modo de ser, podemos aprofundar nosso autoconhecimento e identificar por que agimos desta ou daquela maneira. E com uma boa dose de autorresponsabilidade, elencar as principais ações que pode descortinar novos caminhos e oportunidades para uma vida mais plena e direcionada a nossa verdade interior.

Arte de argumentar está diretamente ligada habilidade do Pensamento Crítico. Argumentar, não é vociferar nossas opiniões. Nem tão pouco tentar convencer as demais pessoas  de que nossas opiniões estão corretas. 

Argumentar, é sim, sustentar as nossas visões em bases sólidas, resultado de estudo e compreensão científica.

Ao passo que compreendemos esta habilidade, podemos entender por que ela é tão importante. Já que para inovar e resolver problemas de maneira criativa, precisamos ter domínio do entendimento da maneira como as coisas acontecem, para então propor uma nova forma de execução.

Para desenvolver esta habilidade a primeira dica é: mantenha-se sempre curioso! Amplie seu olhar sob diferentes ângulos. Desenvolva a compreensão lógica, ela se faz necessária se desejamos ter um entendimento imparcial dos problemas que desejamos resolver. Outra dica relevante para o pensamento crítico é investir no aprimoramento da inteligência emocional, seja por meio da empatia, que ajuda a entender o mesmo ponto sob diferentes óticas, assim como reconhecer e administrar as emoções que surgem a partir dos desafios que vivenciamos. 

Se fazer mais do mesmo, não nos leva a lugares diferentes daqueles que já não desejamos estar, é preciso que conheçamos bem cada passo que temos dado, para então criar um novo ritmo de caminhada, seja enquanto na nossa jornada pessoal, empresarial ou como  sociedade.

O modo de pensar binário, linguagem própria dos computadores, já é dominado pela inteligência artificial. Então pensar de maneira crítica, é reforçar nossa capacidade humana de verdadeiramente Pensar.

Desejo que possamos elevar nossos pensamentos, construir novos argumentos e desenhar soluções criativas e inovadoras para o mundo no qual desejamos viver.

Um abraço.

Ana Barcelos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: