COMO PODEMOS DEFINIR O EMPREENDEDORISMO DIGITAL?

woman using smartphone and laptop near black table
Foto por rawpixel.com em Pexels.com

O surgimento da Internet data da década de 60, e no Brasil teve sua expansão mais significativa nos anos 90. Entre as diversas mudanças que a Internet trouxe, a criação de novos negócios no meio virtual e a forma com que as empresas passaram a se relacionar com seus stakeholder ganham destaque.

Sustentados pelo barateamento da infraestrutura de comunicação, os Empreendimentos Digitais fizeram uso das tecnologias e da inovação para estruturar seus negócios, que tem como característica o fato de que a maior parcela dos seus processos é realizada no espaço virtual. Neste sentido, tanto as empresas de grande porte têm se beneficiado dessas possibilidades, quanto às micro e pequenas empresas têm encontrado lucrativas oportunidades no mercado digital, seja nos modelos B2C (business-to-consumer) ou B2B (business-to- business)

De acordo com Pereira e Bernardo (2016), as vantagens deste espaço virtual para as atividades empresariais incluem:

Uma maior visibilidade do negócio e de seus produtos e serviços; a possibilidade de atingir clientes e fornecedores em âmbito nacional e internacional; uma significativa redução de custos quanto ao processo de compra e transações e uma maior interação com os clientes em que é possível obter um retorno rápido e preciso. (PEREIRA e BERNARDO, 2016, p. 296)

Sendo este um espaço aberto, a entrada constante de novas empresas, a concorrência se tornou voraz em grande parte dos segmentos. Por outro lado, os consumidores, cada vez mais incluídos no meio digital, passaram a ter mais acesso à informação, tornaram-se mais seletivos em seus processos de compra e como consequência elevaram a confiança neste modelo de mercado.

Por tanto, mesmo que o mercado digital facilite a entrada de novos players, este fato não exclui a necessidade de um forte planejamento e a escolha correta dos segmentos ou nichos a serem explorados, para que os objetivos de lucratividade possam ser alcançados no mundo real.

 

PEREITA, J. A. e Bernardo, A. Empreendedorismo Digital: estudo do Projeto Negócios Digitais desenvolvido pelo SEBRAE-PR em Maringá. Desenvolvimento em Questão, Editora Unijuí, 2016. Disponível em https://www.revistas.unijui.edu.br/index.php/desenvolvimentoemquestao/article/view/4422

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s